Aos 15 anos, menina desafia padrões de beleza para dançar balé

Lizzy.dances / Instagram

Aos 15 anos, a bailarina Lizzy Howell desafia os padrões estéticos impostos pela sociedade para dançar. A adolescente, que pratica balé clássico desde os cinco anos, usa os movimentos para se livrar da ansiedade e depressão decorrentes de um tumor cerebral. Os vídeos publicados pela garota no Instagram mostram desenvoltura e graça. Em pouco mais de um ano, ela ganhou mais de 60 mil seguidores na rede social.

turning monday¿ #ballet#turn#balletdancer#dancer#foutte

Um vídeo publicado por Lizzy (@lizzy.dances) em

Apesar de desafiar os padrões estéticos, ela não gosta de ser classificada como uma bailarina plus-size e lembra que esse não deve ser um fator que a diferencie, já que todos os que querem devem poder dançar. “Me sinto bem em representar a diversidade na dança, mas não acho que isso deveria ser necessário”, afirmou em entrevista à revista americana Teen Vogue.

Agora, Lizzy pretende aprimorar a dança e fazer dela um meio de vida. Com a visibilidade dos vídeos nas redes sociais, foi convidada para ser modelo da campanha Dancing For You, voltada para crianças com deficiência. “Já me disseram inúmeras vezes que eu não chegaria a lugar nenhum no mundo da dança se não perdesse peso. Aprendi a não ligar para o que os outros pensam”, afirmou em mensagem na campanha.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)