Ao tentar bater recode, ginasta aterrissa de saltos mortais com o pescoço

Wolrd News / YouTube

Um ginasta norte-coreano sofreu graves ferimentos tentando bater o recorde de maior número de mortais dados em um salto durante apresentação no Festival Mundial de Arte Circense, na Rússia. Sem identidade revelada, o rapaz precisava dar seis saltos no ar, mas não conseguiu, sofrendo graves ferimentos. Nas imagens gravadas por quem estava assistindo ao evento, é possível ver o rapaz dando cambalhotas no ar e caindo de cabeça no colchão. Imediatamente, ele é resgatado por quatro outros acrobatas e retirado do palco. É possível notar que a vítima não tem controle por nenhum dos movimentos do corpo. (As imagens são fortes).

Segundo o jornal russo CetusNews, o treinador do time afirmou que o acrobata saiu consciente, mas sem sentir braços ou pernas. No hospital, os médicos diagnosticaram uma fratura em uma das vértebras da coluna e uma séria lesão na cabeça, responsáveis pela paralisia. Ainda não se sabe se a condição será temporária ou permanente. Os ginastas são um dos poucos grupos que recebem permissão para deixar o país sob comando do regime autoritário de Kim Jong-un, representando a Coreia do Norte em eventos importantes, como Olimpíadas e Jogos Asiáticos.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)