Vilarejo de milionários paga R$ 1 milhão para não receber 10 refugiados

Roland Zh/CreativeCommons

O vilarejo suíço de Oberwil-Lieli, um dos mais ricos da Europa, preferiu pagar multa de 200 mil libras, cerca de R$ 1 milhão, a receber 10 imigrantes refugiados no país. A proposta fazia parte das medidas do país para cumprir o acordo firmado de oferecer asilo a 50 mil refugiados no território do país. Distribuídos entre os distritos, coube ao vilarejo no Canto de Argóvia, norte do país, a pequena cota de aceitar 10 pessoas.

Porém, em um referendo instaurado, a população local de pouco mais que 2 mil pessoas, das quais 300 são milionárias, votaram “não” e preferiram arcar com a multa a aceitar o acordo do país. A cota de acolhimento de imigrantes, que também foi imposta pelo governo a outros 25 municípios, foi rejeitada em Oberwil-Lieli por 52% dos votos. Ao Daily Mail, um dos moradores comenta a decisão: “Nós trabalhamos duro nossa vida inteira e temos uma vila adorável, que não queremos que seja deteriorada. Nós não estamos adequados para receber refugidos. Eles não iriam se encaixar aqui”.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)