Sem poder pagar ambulâcia, homem leva esposa morta por 60 km

V6 News / YouTube

Um homem comoveu o Oeste da Índia após caminhar 60 km com o corpo da esposa morta por não ter dinheiro para pagar uma ambulância até sua cidade natal. Kavitha morreu de hanseníase em uma ferrovia de Hyderabad, a quase 150 km da vila onde morava, na cidade de Medak. Para transportar o corpo em uma ambulância e poder dar um enterro digno à mulher, Ramulu, seu esposo, precisava desembolsar £60 (equivalente a R$ 240), mas só tinha £12 (cerca de R$ 40). Não viu outra escolha a não ser andar arrastando-a em um carrinho improvisado.

Após caminhar 60 km, ele caiu de exaustão na cidade de Vikarabad. Moradores do local acharam que ele era um pedinte, mas logo perceberam que Ramulu não conseguia nem se levantar. Alguns chegaram a filmar o desespero do homem. Se juntaram para arrecadar dinheiro e pagar uma ambulância. De acordo com o jornal britânico Daily Mail, os dois foram levados pelo veículo até a vila. Apesar de ser chocante, este não é o primeiro caso do tipo na Índia. Ainda em 2016, um homem precisou carregar o corpo da mulher morta nas costas por 12 km depois do hospital onde ela estava internada afirmar que não podia fornecer o transporte para enterrá-la.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Após caminhar 60 km ele caiu de exaustão na cidade de Vikarabad. Moradores do local acharam que ele era um pedinte, mas logo perceberam que Ramulu não conseguia nem se levantar. Alguns chegaram a filmar o desespero do homem. Se se juntaram para arrecadar dinheiro e pagar uma ambulância. De acordo com o jornal britânico Daily Mail, os dois foram levados pelo veículo até a vila. Apesar de ser chocante, este não é o primeiro caso do tipo na Índia. Ainda em 2016, um homem precisou carregar o corpo da mulher morta nas costas por 12 km depois do hospital onde ela estava internada afirmar que não podia fornecer o transporte para enterrá-la.

Relembre a história:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)