Restaurantes chineses são fechados por colocarem ópio na comida para fidelizar clientes

Reprodução/nacoesunidas.org

Buscando “fidelizar” ou viciar os clientes, 35 restaurantes estariam adicionando ópio aos alimentos oferecidos aos consumidores. Cinco deles já tiveram o uso da droga constatado e os outros 30 estão sendo investigados, de acordo com a Administração Chinesa de Alimentos e Drogas. As informações são do tabloide britânico The Independent.

Reprodução/dacho.com.br

Ainda não está claro como a droga foi parar nos alimentos, entretanto, em casos anteriores, ela era adicionada propositalmente para gerar dependência nos consumidores. Em 2014, por exemplo, um teste de drogas realizado pela polícia da província de Shaanxi, na China, descobriu um vendedor de macarrão que adicionava, deliberadamente, ópio aos pratos vendidos.

Dez anos antes, em 2004, 215 restaurantes da província de Guizhou foram fechados por conta de ações semelhantes. De acordo com a agência de notícias oficial chinesa, Xinhau, um quilograma de ópio custa cerca de 60 dólares, equivalente a R$ 250. Para tornar a identificação da prática mais difícil, os comerciantes costumam misturar a droga com óleo de pimenta e diversos temperos em pó.

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)