Para preservar espécie, onça pintada terá sêmen congelado

Foto: MataCiliar

A associação brasileira Mata Ciliar, em parceira com a Universidade Federal do Mato Grosso e um centro norte-americano, iniciou um projeto para preservar a onça-pintada: a criopreservação de sêmen e inseminação artificial. Com isso, os envolvidos pretendem proteger exemplares da espécie ameaçada de extinção. O projeto prevê a coleta do sêmen dos machos da espécie e o congelamento do material. Em seguida, a inseminação artificial nas fêmeas. Ao todo, o trabalho deve durar três anos. A primeira parte do projeto já foi concluída.

Foto: MataCiliar

À frente da iniciativa está o especialista Willian Swanson do Center for Research of Endangered Species of Zoo and Botanical Garden of Cincinnati (EUA). Ele já utilizou este método com animais e obteve sucesso na preservação dos tigres siberianos. O sêmen foi coletado utilizando técnicas diferentes e, por isso, o cientista pretende voltar ao Brasil, no final de 2016, para analisar qual das técnicas de congelamento rendeu melhores resultados.

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)