Polícia investiga doador de espermatozoides que pode ter mais de 100 filhos

LifeBuzz / Creative Commons

Um único doador de espermatozoides pode ser pai de no mínimo 102 crianças na Holanda. O caso foi descoberto após uma série de mães fazerem denúncias às autoridades sobre um rapaz que teria doado material genético para mais de 10 clínicas da região, algo contra a lei, já que todos os doadores assinam contratos de exclusividade com os centros de reprodução. Além de ir às clínicas, o homem também ajudava mulheres que queriam engravidar fora desse sistema.

O rapaz, que teve nome preservado, pode ser indiciado pela polícia, já que de acordo com a lei do país um doador pode originar no máximo 25 filhos. Essa regra foi criada para diminuir as chances de que no futuro dois irmãos se relacionem sem saber que são parentes. Agora, as clínicas devem fazer um cruzamento de dados para confirmar o ocorrido. Entrevistado de forma anônima por um portal holandês, ele afirmou que não agiu por vontade de ter muitos filhos e só pensava no bem dos outros. “Eu só gosto de fazer isso, faz com que eu me sinta útil, deixar os outros felizes me deixa muito feliz”, afirmou em entrevista ao jornal britânico Daily Mail.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)