Pessoas usam Google Street View para matar a saudade de entes queridos

Catioro Reflexivo/Facebook

Tudo começou com a postagem de um internauta com saudade do cão de estimação que faleceu. Em sua página no Facebook, ele compartilhou uma imagem retirada do Google Street View, dizendo que usa a ferramenta do Google para ver o cachorro que morreu há sete anos. “Meu cachorro morreu há sete anos, mas sempre que sinto saudades dele, entro no Google Maps para vê-lo em cima da laje, ele está lá”, contou.

O nome do dono do cachorro não foi exposto, mas a postagem viralizou ao ser replicada pela página Catioro Reflexivo. Já são mais de 90 mil curtidas e 12,3 compartilhamentos, e 3,4 comentários. Entre as interações, estão internautas que também tem o mesmo hábito de, por meio do Street View, matar a saudade de animais de estimação e parentes que já faleceram, mas foram capturados pelas câmeras do Google ainda em vida, próximo a residências ou lugares que eles costumavam frequentar.

“Eu uso para ver meu pai, que faleceu há pouco mais de um ano e a saudade transborda”, disse Greice Medina.

Catioro Reflexivo/Facebook

“Nossa, passo pelo mesmo, a minha tá deitadinha no portão observando o carro do Google”, contou Evandro Ferraz.

Catioro Reflexivo/Facebook

“Meu vovô também aparece! Que saudadezinea (sic)”, relatou Marcelo Sicupira.

Catioro Reflexivo/Facebook

“Eu uso para ver minha vózinha também”, disse Rosiele Bastos.

Catioro Reflexivo/Facebook

“Eu também uso pra ver o meu Tobynho! Ele faleceu a 2 anos e quando achei essa foto foi um barato! Ele adorava ficar sentado em um banquinho observando a rua! Que saudade do meu peludínêo!” (sic), conta Giovana Leopoldo.

Catioro Reflexivo/Facebook

“Minha velhínea Memela em nossa antiga casa, cuidando do movimento na sacada. Ela virou estrelínea em Março desse ano com 14 anos. E faz falta todo dia!” (sic), afirmou Thais Cristine de Oliveira.

Catioro Reflexivo/Facebook

“Li a postagem e fui buscar no Google, o bar da que meu avô vivia na frente e achei! Ele faleceu vai fazer três meses”, comentou Giovanna Amaral.

Catioro Reflexivo/Facebook

“Amanda Dutra de Almeida e eu fazemos o mesmo quando sentimos saudades da Lara (que foi morar no céu canino há 4 anos)”, contou Fernanda Dutra de Almeida.

Catioro Reflexivo/Facebook

“Eu vejo meu saudoso avô Senhor Pedrinho em frente à sua tapeçaria”, relembrou Gilmar Felipe.

Catioro Reflexivo/Facebook

“A cinomose levou eles na mesma semana que o carro da google passou. Faz 4 anos. Ainda dói bastante!” (sic), afirmou Flávia Meira.

Catioro Reflexivo/Facebook

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)