Paratleta belga pedirá eutanásia após jogos do Rio

Marieke Vervoort / Facebook

A atleta paralímpica belga Marieke Vervoot, 37 anos, é detentora de recordes mundiais de competições de corrida em cadeira de rodas, conquistou três medalhas em Londres (2012) e vai participar dos Jogos Paralímpicos, sediados no Rio de Janeiro entre 7 e 18 de setembro de 2016. A competição do Rio deve ser a última na carreira da atleta, que decidiu receber eutanásia logo depois dos Jogos Olímpicos.

Marieke conversou com a revista francesa Le Parisien sobre suas expectativas para depois do jogo e revelou que, por causa das fortes dores que sente nas pernas desde os 14 anos, sofre constantes desmaios e dorme poucos minutos por noite. “Todo mundo me vê rindo com a medalha de ouro, mas ninguém consegue ver o outro lado”, afirmou. Ela revelou, ainda, o desejo para o próprio funeral. “Quero que todos tenham uma taça de champanhe na mão e bons pensamentos para mim”, afirmou.

A Bélgica foi o segundo país do mundo a permitir a eutanásia, também chamada de “suicídio assistido”, no ano de 2002. A legislação do procedimento é baseada em 16 artigos. O paciente precisa ter mais de 18 anos e estar em “condições de decidir sobre seu futuro” depois de um médico apresentar todos os possíveis tratamentos para diminuir os sintomas da doença.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)