Pandas gigantes não estão mais em risco de extinção

Creative Commons/J. Patrick Fischer

Um dos principais ícones de movimentos de preservação, o panda gigante não está mais em risco de extinção. Após um crescimento populacional estimado em mais de 16%, a IUCN (International Union for Conservation of Nature, União Internacional para Conservação da Natureza, em português) atualizou a condição da espécie, classificando-a como “vulnerável”. O motivo, segundo reportagem do jornal The Independent, seria um programa de conservação implementado pelo governo chinês, que reabasteceu o suprimento de bambu no habitat dos pandas.

Apesar da boa notícia, o especialista em pandas gigantes da IUCN, Dr Ronald Swaisgood, alertou que mais de 30% do habitat pode ser eliminado nos próximos 80 anos devido às mudanças climáticas, o que reverteria os ganhos populacionais da espécie caso não haja mais investimentos para proteger as florestas. De acordo com oficiais chineses, uma vistoria realizada entre os anos de 1998 e 2002 contabilizou 1.596 pandas gigantes vivendo na natureza. A última pesquisa, conduzida entre 2011 e 2014, calculou um total de 1.864.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)