O Recife de Burle Marx

Paisagista, arquiteto e artista plástico, Roberto Burle Marx é um dos profissionais com maior expressão no urbanismo nacional. No Recife, a lista de suas obras é extensa e inclui grandes marcos urbanos da capital pernambucana, onde ele assinou 39 projetos de jardins públicos e particulares entre 1935 e 1990. Seis de seus jardins foram tombados pelo Iphan. Relembre locais que levam o DNA do visionário, falecido em 1994.

Foto: Arthur de Souza/ESP.DP/D.A PRESS

Praça de Casa Forte (Casa Forte)

Primeiro projeto de jardim do paisagista, a praça foi concebida no Recife, cidade-natal da mãe de Burle Marx

Foto: Rafael Martins/ ESP. DP/ D. A PRESS

Praça do Derby (Derby)

Foi construída em 1925 como área recreativa do hotel de Delmiro Gouveia. Anos depois, foi reformada por Burle Marx

Foto: Helder Tavares/DP/D.A. PRESS

Jardins do Campo das Princesas (Santo Antônio)

Às margens do Rio Capibaribe, os jardins foram reformados pelo paisagista

Foto: Julio Jacobina/DA/D.A PRESS

Praça Salgado Filho (Praça do Aeroporto)

Projetada em 1957, passou pela última reforma em 1993, que incluiu troca da vegetação

Foto: Arthur de Souza/ESP.DP/D.A PRESS

Praça Euclides da Cunha (Madalena)

Localizada em frente ao Clube Internacional, a praça conta com vegetação da caatinga

Foto: Arthur de Souza/ESP.DP/D.A PRESS

Jardins da Farias Neves (Dois Irmãos)

Foi projetado por Burle Marx em 1958 a convite do prefeito Pelópidas da Silveira

Algumas obras para visitar

Comentário(s)

Comentário(s)