Médicos removem 13 de 16 agulhas de corpo de bebê

Um bebê de apenas 11 meses teve 13 agulhas retiradas de seu corpo após uma cirurgia milagrosa que durou cerca de nove horas, na cidade de Tashkent, no Uzbequistão. Os objetos estavam perfurando órgãos vitais para a saúde da criança, como coração, espinha e outras partes. A criança foi levada ao hospital pela mãe por estar com febre. Por suspeita de pneumonia, médicos solicitaram um raio x que acabou revelando 16 agulhas no corpo do bebê. Órgãos como coração, pescoço, espinha, cólon e bexiga estavam comprometidos pelos objetos e foi necessário uma longa cirurgia que salvou a vida da criança e possibilitou a retirada de 13 dessas agulhas. Os demais objetos, que não estão posicionados de forma que coloque a vida da criança em risco, serão retiradas posteriormente.

Médicos responsáveis pela cirurgia acreditam que as agulhas tenham sido colocadas no corpo do bebê por alguma pessoa e não que a criança as tenha engolido. O chefe de departamento pediátrico do hospital, professor Khabibulla Akimov, comentou que a possibilidade de ingestão nesse caso seria praticamente impossível. A mãe da criança, que não teve a identidade revelada, diz que a criança mora com ela e o pai não tem convivência com o filho. “Estranhos não nos visitam. Não sei como isso poderia ter acontecido”, comentou ao jornal britânico Metro.

O caso está sendo investigado pela polícia local, que busca saber quem introduziu as agulhas no corpo da criança.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)