Médico cria ONG para tratar moradores de rua

Record / Reprodução

Mesmo trabalhando em dois hospitais e como professor de universidade, o médico neurologista Mario Guimarães decidiu dedicar parte do seu escasso tempo para atender moradores de rua no Centro de São Paulo. Após fazer uma especialização nos Estados Unidos, ele voltou ao Brasil e decidiu fundar a ONG Médicos de Rua, organização voltada para pessoas em situação de vulnerabilidade que hoje conta com a ajuda de mais dez profissionais e estudantes de medicina.

A decisão, segundo o profissional, foi tomada depois de perceber como a medicina era um privilégio de pessoas mais ricas nos consultórios. “Decidi que posso me associar a grandes universidades, a grandes hospitais, mas também vou atender à população carente”, explicou o neurologista em entrevista ao jornal da Record. A cada mutirão formado pelo grupo, cerca de mil pessoas são atendidas. “Às vezes a medicina evolui e temos tecnologia de ponta, mas você não consegue resolver coisas básicas, atender uma hipertensão, dermatite, coisa simples”, contou. Em alguns casos, o médico compra os remédios com dinheiro do próprio bolso para tratar os pacientes. Em outros, eles são encaminhados ao hospital para continuidade no tratamento. “O meu sonho é projetar no Brasil uma medicina que chegue à população”, confessou o profissional.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)