Jogador abandona futebol para doar órgão a sobrinho

Facebook / Reprodução

Alejandro Benitez, mais conhecido como Lulo Benitez, de 30 anos, é o atacante do time argentino Central Larroque. O jogador decidiu se aposentar, abandonando sua carreira para salvar a vida de seu sobrinho, de apenas nove meses de idade, ao doar o fígado para a criança que nasceu com uma má-formação e precisava de um transplante.

Milo nasceu com uma obstrução biliar e precisava de um órgão doado por uma pessoa ainda viva. Como sua mãe passou por uma recente cirurgia no coração, os médicos consideraram um alto risco a correr. Quando soube da situação, Lulo decidiu fazer o teste de compatibilidade e, ao saber do resultado, não pensou duas vezes em desistir de sua vida como jogador, para salvar a criança. “Em primeiro lugar, para mim, era a saúde do meu sobrinho e nada me importava mais do que isso. Somos uma família muito unida, com três irmãos. Quando me disseram que eu era compatível, não tive dúvidas. Eu teria que abandonar o futebol, mas não me importei”, explicou Lulo à CNN.

O jogador, que fazia parte do clube que atualmente ocupa situação equivalente à terceira divisão do campeonato argentino, passou por sete horas de cirurgia e o sobrinho ficou doze horas dentro de uma sala cirúrgica para receber o transplante. Ambos passam bem e o reencontro foi emocionante. “A verdade é que, após a cirurgia, só o encontrei depois de cinco dias. Quando pude sair da UTI e encontrá-lo. Foi a coisa mais emocionante que aconteceu na minha vida. Era outra pessoa. Eu o vi na incubadora e pude cantar canções para ele enquanto ele sorria. Me emocionei muito e chorei demais”, comentou o jogador.

Os dois passarão por um período de recuperação, em que Milo precisará ficar isolado para evitar qualquer complicação e Lulo passará oito semanas sem praticar qualquer atividade física.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)