Jaboatão é melhor de viver que Recife e Olinda tem 13° pior resultado entre as 100 maiores cidades do Brasil, diz estudo

por

Levantamento da Delta Rankings levou cruzou indicadores do Censo/IBGE, PNUD, PNAD e diversos outros estudos anteriores para classificar 100 cidades

 

Um ranking que ordena as 100 maiores cidades brasileiras por qualidade de vida de seus moradores. Esta é a proposta do estudo da Delta Economics & Finance, publicado em dezembro de 2015. Entre os maiores municípios pernambucanos, seis integram a lista, tendo Jaboatão dos Guararapes como a melhor colocada do estado e a 36ª do país, à frente da capital do Rio Grande do Norte, Natal. A capital pernambucana, Recife, aparece quase no meio da lista nacional, em 45°, atrás da capital sergipana Aracaju e à frente da capital cearense, Fortaleza.

Os 100 locais foram escolhidos a partir das maiores populações entre os mais de 5,5 mil municípios brasileiros e a qualificação foi feita em diversas variáveis, que vão desde a taxa de homicídios até a escolaridade dos prefeitos, passando por variáveis como saneamento básico, empregabilidade, disponbibilidade de profissionais e equipamentos médicos ou mesmo acesso à internet de banda larga.

Além de Jaboatão dos Guararapes (36°), Recife (45°) e Olinda (88°), também aparecem na lista os municípios de Petrolina (65°), Paulista (62°) e Caruaru (85°). Uma das coisas que contam contra a capital pernambucana é a intensa desigualdade social e concentração de renda, o que coloca o Recife como a capital com o maior Coeficiente de Gini (que mede essa diferença) em todo o país ao longo dos últimos 25 anos.

Clique na imagem ou aqui, para visualizar o ranking

O melhor índice obtido por Jaboatão dos Guararapes foi na variável “Governança”, em que obteve 23,72 pontos de 27 possíveis – que inclui os itens plano diretor, legislação específica, equipamentos públios, políticas públicas, agenda 21 e funcionários. Já o pior índice obtido por Olinda foi na variável “Econômica”, com 3,92 dos 10 pontos possíveis sobre os temas desigualdade de renda, pobreza, rendimento dos ocupados e ocupados com carteira.

Confira a pesquisa completa clicando aqui

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)