Homem “dissolve” ao cair em água ácida

Creative Commons

Um jovem de Oregon, nos Estados Unidos, morreu após cair em uma das termas naturais do parque Yellowstone. Colin Nathaniel Scott, de 23 anos, estava acompanhado da irmã na região marcada por cânions, que atrai turistas de diversas regiões. Os jovens, de acordo com oficiais, entraram em uma área proibida, nas proximidades do Gêiser Norris e o rapaz acabou se acidentando ao tentar checar a temperatura da água e escorregar.

O corpo do garoto não foi resgatado no mesmo dia, uma vez que uma tempestade atingiu a região. Em 24 horas, quando a equipe voltou para buscá-lo, os restos mortais já estavam afetados profundamente pelas águas ácidas da região. “Em poucas palavras, havia uma quantidade significativa de dissolução (do corpo)”, afirmou o investigador Lorant Veress à CNN.

As “piscinas” e gêiseres do parque são ácidas porque são abastecidas de águas termais subterrâneas, que coletam grandes quantidades de ácido sulfúrico ao serem lançadas à superfície. O ácido, por sua vez, é produzido pela ação de micro-organismos nas pedras e no solo do local. “Yellowstone é um lugar selvagem e não foi alterado por humanos, o que significa que há alguns perigos envolvidos no local”, completou Veress.

O acidente foi registrado em junho de 2016, mas apenas agora as autoridades se pronunciaram sobre o assunto e divulgaram recomendações de segurança sobre a visitação. A irmã da vítima estava filmando no momento da queda, mas o vídeo não foi liberado pelo parque.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)