Guarda municipal acolhe moradores de rua e usuários de crack e usa Facebook para encontrar seus familiares

Marcos de Moraes / Facebook

O guarda municipal Marcos de Moraes, de 51 anos, ficou conhecido no país após usar as redes sociais para buscar familiares de moradores de rua e dependentes químicos da cidade de São Paulo. Com postagens no Facebook, ele já conseguiu resgatar cerca de 50 pessoas de vidas com condições subumanas. Entre os exemplos do trabalho voluntário do profissional, está a história de Claudiocir, natural da cidade de Poções, na Bahia, depois do homem passar 25 anos morando embaixo de uma tábua na capital paulista.

Entre os quase 50 beneficiados pela boa ação, está o pernambucano Geraldo Martins, 52. Pedreiro de Olinda, o rapaz teria ido a São Paulo com a promessa de trabalho e, sem conseguiu, acabou morando na rua. Foi resgatado e passou a ajudar no trabalho braçal na casa de Marcos, virou faz-tudo, e hoje vive num quarto no fundo da casa do guarda municipal, O comportamento, sempre compartilhado nas redes sociais, acabou aproximando Marcos da esposa atual. Foi através de uma conversa pelo Facebook, justamente sobre essas ações de resgate que conheceram e passaram a se relacionar.

A história de Marcos com os moradores de rua começou ainda no primeiro emprego, vendendo cachorro-quente na porta de uma faculdade particular e dando lanches a pedintes de Mogi das Cruzes. Hoje, oito anos depois de integrar a guarda municipal, ele resgata os que aceitam sua ajuda nas ruas da capital. “Eu já ouvi muita gente dizer ‘está com dó, leva para casa’, esses são os primeiros a apontar, a dizer que eles estão ali (na rua) porque querem”, disse o homem em entrevista à BBC Brasil.

Marcos de Moraes / Facebook

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)