Formigas podem ser a saída para a criação de novos antibióticos

Pixabay / Creative Commons

Formigas estão sendo usadas por cientistas para ajuda na luta contra bactérias. Foi descoberto que uma espécie específica do inseto produz agentes antimicrobianos poderosos para sua própria proteção. A intenção é substituir os antibióticos já usados atualmente, que cada vez mais rápido se mostram ineficazes. A pesquisa foi publicada na revista Royal Society Open Science.

As formigas carregam naturalmente antibióticos orgânicos na superfície de seus exoesqueletos. Durante os testes, os pesquisadores utilizaram solvente para remover essas substâncias que foram inseridas nas lodo bactérias. O crescimento bacteriano foi completamente interrompido nas amostras que possuíam a substância retirada da formiga. Doze de 20 espécies de formigas possuem algum tipo de substância antibiótica natural.

“Uma das espécies que nós olhamos, a formiga ladrão, teve o efeito antibiótico mais poderoso de qualquer espécie que testamos e até agora, ninguém descobriu que elas fazem uso dos agentes antimicrobianos. Encontrar uma espécie que carrega um poderoso agente desses é uma boa notícia para aqueles que estão interessados em encontrar novos antibióticos que possam ajudar os seres humanos”, explica Dr. Adrian Smith, da Universidade Estadual da Carolina do Norte, ao jornal britânico Metro.

A partir de agora, o foco é na maneira de refinar a busca por espécies que são promissoras para a pesquisa biomédica. Os próximos passos incluem o teste de espécies de formigas contra outras bactérias, determinando quais substâncias produzem os efeitos antibióticos.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)