CuriosaMente tem 3 finalistas no Prêmio Cristina Tavares Literário

Da praça do Sebo às assombrações do Recife, trabalhos da editoria de dados do Diario foram reconhecidos entre os melhores do ano, relacionados à literatura

 

O projeto da editoria de dados do Diario de Pernambuco, o CuriosaMente, recebeu três indicações no Prêmio de Jornalismo Literário Cristina Tavares, promovido pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado de Pernambuco (Sinjope). Essa é a segunda edição do concurso, ligado ao mais tradicional prêmio jornalístico pernambucano, o Cristina Tavares – o segundo mais antigo ligado aos direitos humanos e ainda em atividade em todo o país.

Na categoria estudante, concorre o repórter João Vitor Pascoal, com um guia das assombrações tipicamente pernambucanas. A reportagem Assombrações Made In Pernambuco foi publicada em 11 de setembro de 2016 e trata de como o imaginário popular é permeado por lugares macabros e lendas nunca realmente confirmadas. O trabalho mostra obras literárias que se debruçam sobre o assunto e apresenta um guia das assombrações, classificando-as quanto ao tipo e quanto ao local em que teria sido originada.

Na mesma categoria, a estagiária Lorena Barros apresenta o emocionante resgate à história da Praça do Sebo, no Centro do Recife, próximo à Avenida Guararapes, na figura daquele que seria seu “pai”, Melquisedec, considerado “o livreiro mais antigo do Brasil, título conquistado, em 1998, no I Congresso Internacional de Literatura Nordestina. O trabalho inclui perfil e dados interativos em infográficos sobre a praça e o mercado literário no país.

Na categoria profissional, o indicado foi o trabalho Atenciosamente para sempre, um projeto do fotógrafo Rafael Martins e do editor Ed Wanderley, que apresentou, por meio de cartas, os anseios para o futuro de mães cujos filhos nasceram com microcefalia.

A reportagem concorre com outra obra do Diario, Incansável pop-filósofo, do repórter do Viver Breno Pessoa, e O sexagenário Sertão de Guimarães, de Tatiana Notaro, da Folha de Pernambuco.

A entrega dos prêmios está marcada para o dia 10 de julho, no Cinema São Luiz, no Recife. O prêmio teve patrocínio exclusivo da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe). Em 2016, o CuriosaMente se sagrou campeão em três categorias do Cristina Tavares, incluindo a de jornalismo literário na categoria estudante, com a estagiária Mayra Couto e sua reportagem “Com rimas e sonhos – Poesia ainda muda cotidiano e define vidas em São José do Egito”. Em 2017, a editoria também conquistou o Prêmio Urbana de Jornalismo, também na categoria estudante, com a reportagem publicada no AquiPE, Os dois lados da faixa, de Daniele Alves e João Vitor Pascoal, sobre locais do Recife em que a prioridade definitivamente é do pedestre, ainda que na força, uma junção de duas reportagens online que você pode acessar clicando acima.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)