Pai com câncer terminal passa últimos meses de vida em busca de família adotiva para o filho

gofundme.com/Reprodução

Um pai solteiro com câncer e uma prioridade muito maior que os tratamentos de quimioterapia que, certamente, não melhorariam seu estado de saúde. Dar ao seu único filho a possibilidade de ter uma família amorosa e um futuro digno.

Essa foi a realidade de Nick Rose por nove meses, enquanto lutava bravamente contra um câncer iniciado em seus ossos, que acabou se espalhando para os pulmões. Apenas um milagre o salvaria. Já para o seu filho, Logan, bastou o esforço do pai que, mesmo doente, tinha a criança como prioridade. “Nada vinha antes de Logan. Ele estava sofrendo bastante na fase terminal, mas Logan era sua vida”, disse Aaron Crompton, um dos melhores amigos de Nick ao jornal Metro, do Reino Unido.

A mãe do garoto não convive com o filho desde que ele era um bebê. A criação do garoto ficou sob responsabilidade do pai. Nick Rose morreu no dia 3 de janeiro. Felizmente, com o seu objetivo cumprido. Logan foi adotado por uma família da cidade de Devon, na Inglaterra. Aaron e sua irmã, Amy, também amiga de Nick, criaram uma página para que as pessoas possam fazer doações para a compra de farda, material escolar, e outras coisas para a criança.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)