Aspirina líquida pode combater tumor cerebral

Chaval Brasil / CreativeCommons

Os resultados de uma pesquisa inovadora que utiliza aspirina líquida no tratamento de tumores cerebrais foram apresentados em convenção médica na Polônia, no dia 28 de junho de 2016, pelos pesquisadores Geoff Pilkington e Richard Hill, da Universidade de Portsmouth, no Reino Unido. O tratamento proposto pelos cientistas é feito com uma fórmula que mistura a aspirina líquida ao composto “IP1876B”, formado por dois ingredientes não divulgados. No teste, os resultados para tratamentos com a fórmula foram 10 vezes mais eficazes no combate a tumores cerebrais que os outros medicamentos conhecidos. Segundo os cientistas, o composto e todos os seus componentes já foram aprovados para uso clínico.

Os testes da nova criação foram feitos em células cancerosas de adultos e crianças. Durante a aplicação do composto, as células comprometidas foram eliminadas sem comprometer as células sadias. Segundo o portal britânico BBC, outro diferencial da fórmula criada por Pilkington e Hill é que ela é capaz de cruzar a barreira hematoencefálica, membrana que, ao proteger o cérebro, acaba bloqueando a passagem de algumas drogas anti-câncer convencionais.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)