Ver filmes tristes pode te deixar mais forte, diz pesquisa

The Lion King / Reprodução

Pesquisadores da Universidade de Oxford, no Reino Unido, descobriram que assistir a filmes tristes estreita os laços entre pessoas e chega até mesmo a aumentar a tolerância à dor, pois libera hormônios analgésicos na corrente sanguínea. “As descargas emocionais que você tem em situações de tragédia podem engatilhar a produção de endorfina no seu corpo”, afirmou uma das autoras do projeto, Robin Dunbar, em entrevista ao jornal britânico The Guardian.

O estudo se baseou em pesquisas anteriores, que comprovaram a relação entre situações que deixam o corpo sob stress (como dançar, levantar peso e até mesmo rir) e aumento de endorfina no corpo. Os cientistas dividiram 169 voluntários em grupos diferentes. Uma parte assistiu a “Stuart: A Life Backwards” (‘Stuart: Uma vida ao contrário’, em tradução livre), drama que mostra a história de um menino deficiente, sem teto e viciado em drogas. O outro grupo assistiu ao documentário “Back to Back” (‘De volta ao passado’, em tradução livre), que conta histórias sobre arqueologia.

Melancholia / Reprodução

Antes e depois de ver os filmes, os voluntários preencheram questionários com perguntas sobre seu humor e o sentimento de pertencimento e coletividade. Eles também precisaram fazer um exercício para testar tolerância à dor, ficando agachados contra a parede pelo máximo tempo possível. Aqueles que tinham assistido ao filme de drama mostraram fortes mudanças de humor e tiveram aumento de 13,1% na resistência à dor. Os expectadores do documentário, por sua vez, apresentaram poucas mudanças de humor (ligadas pelos pesquisadores ao tédio) e tiveram um aumento de 4,6% na tolerância à dor.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)