Russo recebe autorização para usar escorredor de macarrão em foto da carteira de motorista

Reprodução/Youtube

A maioria das pessoas não gostam das fotos dos seus documentos de identificação. Além disso, alguns ficam em dúvidas se podem sorrir ou não nas imagens, mas um russo foi um pouco além e colocou um escorredor de macarrão na hora de tirar a foto da carteira de motorista.

Andrei Firin é um fiel da chamada Igreja do Monstro Espaguete Voador e conseguiu autorização para usar o escorredor em sua foto do documento.

Os fiéis dessa igreja se denominam “pastafari” e Andrei é o primeiro russo a conquistar esse “feito”. Ele é também a quinta pessoa no mundo a utilizar o objeto em um documento oficial.

O primeiro a conquistar esse feito foi o austríaco, Niko Alm, em 2011. Segundo a BBC, ele afirmou ser uma exigência da sua religião. Na época, um porta voz da polícia de Viena, Manfred Reinthaler, explicou o motivo deles terem liberado a foto: “O único critério para fotos na condução de pedidos de licença é que todo o rosto deve estar visível”, disse Manfred Reinthaler. O autríaco precisou fazer exames psicológicos para comprovar sua aptidão para dirigir. Na Nova Zelãndia os fíéis dessa doutrina ganharam o direito de realizar casamentos no país.

O site da igreja afirma que o único dogma permitido, na igreja do Monstro do Espaguete Voador, é a rejeição do dogma. E eles acreditam que o mundo foi criado por uma criatura, com asas, feita de espaguete e almôndegas de carne, embora o próprio site assinale que alguns deles consideram a doutrina uma “brincadeira”.

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)