Projeto doa livros em hospital em troca de poemas

Jimmy Marcone

Estudantes do curso de biblioteconomia da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) criaram um projeto que presenteia pessoas com livros “em troca” de poemas recitados publicamente. O Recite um Poema e Ganhe um Livro tem o objetivo de incentivar a leitura de poemas e o repasse das obras e teve início nesta segunda-feira, 18 de abril, no Hospital das Clínicas, na Cidade Universitária, em homenagem ao Dia do Livro Infantil.

O projeto surgiu a partir de uma experiência pessoal de Daiane Rebelo, 26, em um hospital, em 2014. Uma amiga adoeceu e ela foi visitá-la acompanhada de dois exemplares, um deles causou surpresa na paciente, que explicou posteriormente o motivo da sua reação. “Ela disse que quando soube que estava doente, começou a desapegar de algumas coisas. Ela amarrou os livros em árvores e viu as pessoas pegarem. Consequentemente, ele chegou às minhas mãos. Aí eu pensei em como passar adiante”, contou.

Após o episódio, Daiane resolveu pôr o projeto em prática, junto com outro estudante do curso, Jimmy Marconi, 31. Eles decidiram homenagear um professor que estava se transferindo para outra cidade.

O primeiro aconteceu na própria instituição de ensino onde eles estudam. Mas antes, os estudantes resolveram acrescentar uma exigência. “Conseguimos a doação e amarramos os livros em árvores e em troca as pessoas teriam que recitar um poema.”

Divulgação
Claudia Fidelis/Cortesia

O projeto havia sido apresentado em ruas, praças e escolas do Recife antes de chegar ao Hospital das Clínicas. Os livros foram amarrados ao teto pelos organizadores. Além disso, Jimmy – que também é estudante de Teatro – se fantasia para fazer apresentações artísticas.

Daiane Rebelo/cortesia
Daiane Rebelo/Cortesia

Ela contou um pouco sobre a reação das pessoas quando veem a cena. “As pessoas param e perguntam, algumas até não acreditam que podem pegar os livros. Mas quando elas descobrem, participam.” Os livros costumam ser doados por amigos ou adquiridos em sebos da cidade pelos próprios estudantes. Toda edição possui 50 exemplares para serem presenteados e outros 20 são distribuídos em setores do Hospital. Esse ano, o setor escolhido foi o de pediatria.

O evento tem duração de duas horas e a organizadora explica que além de incentivar a leitura de poemas, pede que as pessoas repassem as obras após ler. “Quando eu converso com elas, eu peço retorno, quero saber se gostaram da poesia. E a gente aconselha que elas passem para outras pessoas”

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)