Pela primeira vez, NASA tentará desviar asteroide que passará perto da Terra

NASA.gov Video/YouTube

A NASA, Agência Espacial Norte-Americana, testará pela primeira vez um sistema capaz de atingir um asteroide que venha em direção ao nosso planeta. A agência enviará uma cápsula do tamanho de uma geladeira em direção a um asteroide que passará nas proximidades da Terra (levando em conta as distâncias do espaço) em 2022. Nesta ocasião, a missão será um teste, porém, a NASA não descarta que no futuro, algo semelhante pode ser usado para salvar o planeta de um impacto de asteroide.

Aprovada pela NASA, a missão, chamada DART, vai para a fase de design preliminar, preparando-a para o teste que ocorrerá em cinco anos. DART é a primeira missão da Nasa utilizando a técnica de pêndulo cinético. De acordo com o portal de notícias britânico Independent, os alvos são duas partes do mesmo asteroide; um sistema binário chamado Didymos B, composto por uma rocha maior e outra menor.

É o asteroide menor que a NASA está tentando tirar do caminho, mas o sistema binário permite que a agência possa checar com mais precisão se o teste funciona. “O fato de que o Didymos B está orbitando ao redor do Didymos A torna mais fácil a análise do impacto e garante que o experimento não vai mudar a orbita dos dois ao redor do sol”, explicou Tom Statler, programador cientista da DART.

Quando a missão for lançada, a nave voará na direção dos asteroides até bater na rocha. A batida será nove vezes mais forte do que uma bala, tão forte ao ponto de ser visto da Terra. A diferença inicial da colisão é mínima, mas seria o suficiente para tirá-la da rota e, a longo prazo, forçará o asteroide a alterá-la permanentemente.

Os cientistas poderão, então, analisar como o sistema funcionaria no caso de um asteroide mais ameaçador ao futuro do planeta. “DART é um passo crítico na demonstração de que podemos proteger nosso planeta de um futuro impacto. Como não sabemos muito sobre a estrutura interna ou composição, precisamos fazer esse experimento em um asteroide de verdade”, contou Andy Cheng do laboratório de física aplicada The Johns Hopkins.

Pequenos asteroides voam em direção a Terra diariamente, mas são tão minúsculos que queimam ao entrar na atmosfera. A Nasa passa todo tempo procurando por rochas maiores que poderiam causar danos e estimando quando eles virão em direção ao planeta. A agência criou o Escritório de Coordenação de Defesa Planetária em 2016, após uma preocupação constante de que a Terra estaria sendo ameaçada por asteroides.

Veja abaixo o vídeo que demonstra a ação do DART:

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)