Paciente de UTI morre 6 dias após casar em hospital

Beto Monteiro / Divulgação
Uma história de amor comoveu o Hospital Geral de Palmas, no Tocantins: dois pacientes se casaram nas instalações da casa de saúde após um deles, em estado grave, afirmar ter recebido uma mensagem de Deus avisando que morreria em breve. Arion Rodrigues do Nascimento, de 40 anos, ficou tetraplégico após um acidente de carro e estava internado na unidade há quase dois quando pediu para casar-se com a mulher, Maria da Penha dos Santos, de 50 anos, também paciente do hospital. A cerimônia foi realizada com a ajuda de funcionários, que chegaram a fazer técnicas de respiração manual no paciente para conduzir a cerimônia. O estado de saúde de Arion piorou logo após o momento emocionante e seis dias depois ele faleceu após uma parada cardíaca.
Beto Monteiro / Divulgação

“Acompanhei ele o tempo todo e fiz até a última vontade. É triste, mas ele estava sofrendo muito, ele estava ciente de que ia morrer em breve. Pelo menos ele foi em paz, abençoado, como queria”, contou Maria, que há 20 anos trata um câncer de pele na instituição, em entrevista ao portal G1 Tocantins. Ela ganhou um vestido de noiva de uma estilista e um ensaio fotográfico. A filha do casal, de apenas 11 anos, foi dama de honra. Só a celebração religiosa foi realizada, já que os tramites para o casamento civil demorariam mais 15 dias. “Senti medo, fiquei preocupada, mas também feliz. Nós sempre tivemos o sonho de casar de uma maneira convencional, como todo mundo, mas Deus não quis assim”, explicou Maria.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)