No leito de morte, chimpanzé reconhece biólogo e comove público

Jan A R A M Van Hooff / YouTube
O momento em que uma chimpanzé à beira da morte se despede de um amigo de longa data no Royal Burgers’ Zoo, na Holanda, comoveu a internet e fez especialistas questionarem a capacidade de memória dos primatas. Aos 59 anos de idade, a matriarca da instituição, Mama, já não conseguia se alimentar ou beber água direito por uma doença terminal. Ela estava recebendo apenas cuidados paleativos e para se despedir dela, o professor Jan Van Hooff, que a conheceu quando Mama se mudou para o zoo, em 1972, foi cumprimentá-la. Tudo foi registrado em vídeo e publicado nas redes sociais.

No vídeo, é possível ver a reação de Mama à visita do rapaz que conhecia há mais de 40 anos. A princípio, ela fica apática, sem se mexer, mas em poucos segundos ela reconhece o profissional e se emociona, chegando a passar a mão na nos cabelos do homem. Apenas uma semana depois da gravação do vídeo, Mama faleceu. “É maravilhoso que ele tenha trazido um momento de conforto e felicidade antes dela morrer. Que descanse em paz”, afirmou um dos usuários em comentário no vídeo, assistido mais de três milhões de vezes em um ano. “Sempre que eu chegava, Mama vinha correndo em minha direção e me cumprimentava do outro lado do fosso. Vou sentir muita falta dela”, afirmou o rapaz em declaração no obituário de Mama, publicado no site do Burgers Zoo.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)