Nasa monta plano para tornar Marte habitável

Nasa / Reprodução

Cientistas da Nasa, a agência espacial dos Estados Unidos, dizem que Marte poderia se tornar um planeta habitável caso fosse criado artificialmente um campo magnético protetor, usando um tecnologia de ponta. Esse tipo de escudo é essencial para evitar o impacto da radiação e ventos solares.

De acordo com pesquisadores da Divisão de Ciência Planetária da Nasa , é possível gerar um campo semelhante ao redor do Planeta Vermelho. A proposta foi apresentada recentemente em uma oficina do workshop “Visões para a Ciência Planetária 2050”, realizado pela agência.

Marte é um planeta dominado por extremos. A falta de atmosfera faz com que a temperatura atinja 20°C durante o dia e -80°C durante a noite. Mas, o Planeta Vermelho era muito diferente no passado, segundo dados das missões Maven, da Nasa, e Mars Express, da ESA (Agência Espacial Europeia), que sugerem que ele tinha um campo magnético natural que se extinguiu há cerca de 4,2 bilhões de anos.

“Uma atmosfera marciana com maior temperatura e pressão permitiria que houvesse água em estado líquido suficiente na superfície para melhorar a exploração humana na década de 2040”, diz Jim Green, da divisão de ciência planetária da Nasa, ao site BBC.

Para Green, se fosse criado um campo magnético artificial, as novas condições em Marte permitiriam que os pesquisadores e exploradores estudassem o planeta com muito mais detalhes. “E se isso for alcançado, a colonização de Marte não estará muito longe”.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)