Mulher tem mais de 200 pedras removidas do seu corpo por médicos

Hospital Geral de Guangji/Reprodução

Uma mulher chinesa teve mais de 200 pedras retiradas do seu corpo em uma única operação. De acordo com médicos do Hospital de Guangji, na China, elas foram encontradas na vesícula biliar e no fígado da paciente. E a causa da altíssima incidência, de acordo com os profissionais chineses, é algo que muitos não consideram tão sério: pular o café da manhã.

A operação para retirada das pedras ocorreu em 15 de julho de 2017. Os sedimentos tinham tamanhos que chegavam às dimensões de um ovo, segundo os especialistas. De acordo com informações do jornal britânico Daily Mail, o procedimento de retirada durou seis horas e meia e a paciente, identificada como Senhora Chen, 45 anos, passa bem.

Ela teria começado a sentir dores abdominais há 10 anos, porém, apesar do aconselhamento médico, sempre evitou as cirurgias. Ela só aceitou se submeter ao procedimento quando as dores já estavam insuportáveis. Em sua rotina de trabalho coletando colofónia (uma substância presente nos pinheiros), não conseguia estabelecer horários para as refeições, pulando com frequência a primeira refeição do dia, fato que, segundo os médicos chineses seria um motivador do apareciemento das pedras.

Porém, a tese é rebatida por outros especialistas que afirmam não haver uma causa clara para os casos. De modo geral, o que se sabe é que a bile, substância presente no fígado, é composta por colesterol (responsável pela formação de cerca de 75% dos cálculos). Nem sempre, há sintomas. Alguns cálculos são inofensivos, porém, quando bloqueiam o fluxo da bile para o intestino geram as dores intensas, como as que acometeram Senhora Chen.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)