A moda das festas itinerantes sobre rodas

por

Exclusivo, ônibus voltado a eventos particulares cai no gosto de grupos de amigos e pessoas que buscam clima intimista

Por fora, apenas um ônibus. Todo revestido nas cores preto ou rosa, segue lentamente pelas ruas. Por dentro, uma boate. O palco de “festas ambulantes”, com trajeto escolhido pelos clientes, é uma boa definição para o Walking Party, que gera curiosidade por onde passa, mas, de ônibus, sobra pouco além da cabine do motorista. Os assentos dão lugar a um bar, banheiro, sofás e pista de dança. “É uma festa, com a diferença do aspecto mais intimista”, explica o paulista Marcelo Moretti, responsável por trazer a franquia ao Recife em 2014, com serviço que conta com bartender, DJ e segurança.

Marcelo Moretti/Cortesia
Marcelo Moretti/Cortesia

Serviço
Walking Party – (81) 99903-0553 / (81) 3096-0027
Duas horas de festa para 50 pessoas + equipe de bordo + open bar de água e refrigerante a partir de R$ 1800

O médico Fábio Botelho, 35, já realizou duas festas no Recife e outras quatro desde que mudou-se para João Pessoa (PB). “Se fosse reservar uma parte de uma boate seria mais caro e o local teria pessoas que eu não convidei. No ônibus, o dono da festa pode controlar muito bem”, explica. Entre os eventos organizados por ele, uma confraternização com companheiros de trabalho do hospital e a despedida de uma turma da faculdade na qual é professor. “Os alunos me homenagearam e eu quis fazer uma surpresa pra eles. É um ambiente, ao mesmo tempo, extrovertido e intimista. Já tenho mais duas festas em mente para esse ano”, aponta.

O cenário inusitado para a festa também requer adaptações. No caso do DJ Vitor Rodriguez, a maior dificuldade é ficar parado. “Eu tenho que dar um jeito de me equilibrar e não parar de tocar”, brinca. Ele conta que o cenário intimista, reservado apenas aos convidados, acaba inspirando liberdade. “Já aconteceu uma despedida de solteira em que a noiva ficou com todos os convidados”, relembra.

Por receberem festas, os veículos não podem ultrapassar os 20 km/h, o que acaba restringindo os roteiros – BRs, por exemplo, são proibidas durante os eventos, de no mínimo duas horas (podendo chegar a 7h).

Vão de aniversários a chás de lingerie e despedidas de solteiro, realizadas no interior da condução apropriada para entre 50 e 60 convidados.

“85% do nosso faturamento vem de festas infantis e adolescentes – 15 anos são frequentes. Por mês, realizamos até 30 festas”, conta Moretti, que tem 90% da demanda na Região Metropolitana do Recife, mas já recebeu em outros estados e no Agreste do estado.

Marcelo Moretti/Cortesia
Marcelo Moretti/Cortesia

Ônibus turísticos ainda são desafio local

Passeios turísticos em ônibus não são o forte de Pernambuco. Iniciativas com participação do poder público, por exemplo, há anos não saem do papel desde o Cityrama Pernambus, realizado em 2008 cobrindo pontos turísticos no trajeto Recife-Olinda. O serviço acabou abortado por problemas de locomoção que, há quase 10 anos, já dificultavam a circulação de veículos entre as cidades. Outro projeto, o Recife-Olinda Tour, previsto para ter início em abril de 2014, ficou para depois da Copa até ser adiado por tempo indeterminado.

“Com um trânsito como o do Recife é muito difícil haver precisão no horário, afirmar que a cada meia hora vai ter um ônibus saindo de determinado ponto. Não é possível fazer isso”, aponta Carla Borba, coordenadora do curso de Turismo da Universidade Federal de Pernambuco e ex-membro da Secretaria de Turismo de Pernambuco. Ela destaca ainda que o veículo cobria um trajeto muito longo entre as cidades vizinhas, mais um fator que colaborava com a dificuldade de previsão das viagens. “São Paulo criou, em março de 2016, a Linha Circular, que cobre uma área de três bairros com grande concentração de pontos turísticos, mas em um trajeto curto. É o ideal”, exemplifica.

Jardineira Tour/Facebook

Além de São Paulo, o serviço de city tour está presente em diversas cidades. No Brasil, o mais consolidado é o da cidade de Curitiba, capital paranaense. No exterior, cidades como Barcelona e Londres também têm circuitos sobre rodas bastante difundidos, normalmente realizados por empresas privadas.

Poucas empresas pernambucanas exploram o nicho – uma das poucas, a Jardineira Tour, é a única a utilizar ônibus aberto nos trajetos Recife – Olinda e Centro – Várzea (Castelo de Brennand).

“É preciso entender que não é algo imediato. É preciso que as pessoas saibam que existe o serviço para que ele se consolide”, aponta, frisando ainda que esse tipo de serviço só será adequado aos turistas se problemas cotidianos locais forem contornados. “Do ponto de vista estrutural, existem muitos problemas como trânsito, falta de segurança. Se não é bom para o local, não é bom para o turista”, destaca.

Jardineira Tour

SERVIÇO
(81) 3017-3485
(81) 99707 – 4925
A partir de R$ 75 (adulto), no roteiro Frevo, com duração de 4 horas. Também disponíveis os roteiros Maracatu, Forró e Baião

Exemplos de ônibus turísticos pelo Brasil e mundo

Cidade: Curitiba
Serviço: Linha Turismo
Preço: R$ 40
Detalhes: Percorre 44km em cerca de 2h30. Os ônibus circulam a cada meia hora e é possível descer de um e reembarcar em outro até quatro vezes.

Cidade:
Bogotá
Serviço: TurisBog
Preço: A partir de 56 mil pesos colombianos (R$ 60)
Detalhes: O serviço gratuito tem duas viagens por dia e percorre os principais pontos do centro da cidade, com referências à história local e do país.
Cidade: Londres
Serviço: Big Bus
Preço: A partir de 26 libras (R$ 110)
Detalhes: Podem ser comprados bilhetes com validade de até 48 horas e embarcar no veículo em qualquer parada determinada a cada 15 minutos. A compra do bilhete normalmente dá direito a passeios a pé pela cidade.

Cidade:
São Paulo
Serviço: Circular Turismo SP
Preço: R$ 40
Detalhes: Lançado em 2016, possibilita embarques e desembarques ilimitados por um período de 24 horas após a compra dos bilhetes. Passa por pontos como o Parque do Ibirapuera, Avenida Paulista e Museu do Futebol.
Cidade: Barcelona
Serviço: City Tour Barcelona
Preço: A partir de 25 euros (R$ 90)
Detalhes: O turista pode escolher três rotas distintas passando pelos principais pontos turísticos da cidade espanhola. Uma delas, oferece o tour com descontos de até 40% na entrada de algumas atrações famosas do local.

Comentário(s)

Comentário(s)