Mãe e filho, juntos há dois anos, planejam ter um bebê, no Reino Unido

The New Day/Reprodução

Em uma relação estável há dois anos, uma mulher causou polêmica no Reino Unido ao dizer que pretende casar e ter bebês com o filho biológico. Kim West, 51, deu o filho para adoção há mais de 30 anos e nunca teve contato com ele. O rapaz de 32 anos era casado e deixou a esposa para ficar com a mãe. Ambos não consideram a relação um incesto, mas uma Atração Sexual Genética (GSA, no inglês).

Kim West havia crescido em Londres, mas na época que ficou grávida, aos 19 anos, estudava na Califórnia. Depois de dar à luz a seu filho, o entregou para adoção. Uma semana após nascer, Ben Ford foi adotado e ela retornou para o Reino Unido. Desde então, eles não tinham se visto. O encontro aconteceu em janeiro de 2014, um mês após o morador do Colorado resolver entrar em contato com a genitora,  por meio de uma carta. Primeiramente, eles conversaram por telefone e somente depois resolveram se ver.

De acordo com o jornal britânico The New Day, ela admitiu ter a sensação de que eles se conheciam há anos, além de confessar ter sonhos eróticos com o filho. Inicialmente, Kim West disse que se sentiu confusa por estar atraída pelo rapaz, mas ao pesquisar sobre o assunto, percebeu que não estava sozinha. Após três dias da primeira relação sexual deles, Ben preferiu terminar o seu casamento, informando à esposa que a estava trocando pela mãe dele. “Toda vez que eu tive relações sexuais com você, desde que a conheci, imaginei que era ela quem eu estava beijando, caso contrário eu não funcionava”, teria dito o rapaz.

The News Day/Reprodução

Kim West imagina que as pessoas criticarão a relação deles por se tratar de mãe e filho. “Eu sei que as pessoas vão dizer que é nojento, que devemos ser capazes de controlar nossos sentimentos, mas quando você é atingido por um amor tão forte que está disposto a desistir de tudo, tem que lutar por ele”, diz.

Após se unirem, o casal viajou até Michigan, EUA, para encontrar um casal que havia passado pela mesma situação, na tentativa de mudar de vida. Porém, o incesto é considerado ilegal no estado norte-americano e a pena pode chegar a prisão perpétua.

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)