Com óculos especiais, mulher daltônica enxerga olhos azuis da filha pela primeira vez

Chasidy Perkins/Arquivo Pessoal

Um vídeo mostra o momento em que uma mãe vê que os olhos da filha são azuis pela primeira vez. Erika Boozer, de 35 anos, coloca óculos que melhoram a visão e consegue enxergar cores ao redor após oito anos vivendo a vida sem cores. Ela se tornou daltônica ao sofrer de uma degeneração macular na retina.

Erika consegue reconhecer as cores dos balões trazidos pelos filhos e identifica roxo como sendo sua preferida. Mas é ao olhar os olhos da filha, Carmen, que ela se emociona. “Eles são um azul lindo”, disse, de acordo com o portal de notícias do Daily Mail. Os óculos usados por ela são chamados de Enchroma, que contém um sistema chamado Digital Color Boost, e funciona usando uma série de pedaços precisos no espectro de luz. O Digital Color Boost amplifica o sinal de cor enviado ao cérebro ao remover à distância de luz entre as cores primarias. Para quem usa os óculos, as cores aparecem mais vibrantes e saturadas. Pessoas quem conseguem enxergar cores normalmente, verão as cores melhoradas.

“Depois de oito anos sem conseguir enxergar cores, é incrível ver Erika conseguir distinguir verde, azul e amarelo. Nós somos uma família muito próxima e compartilhamos da emoção dela, choramos até hoje quando vemos o vídeo. Agora ela pode vestir a Carmen sozinha, pode escolher a roupa sem ajuda de ninguém”, explicou a irmã de Erika, Chasidy Perkins. Foi ela quem participou de um concurso para tentar ganhar os óculos para Erika.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)