“Luises Augusto” pedem indenização na Justiça contra Sadia

Sadia Brasil/YouTube

Dois homens chamados Luiz Augusto entraram com uma ação na Justiça em busca de indenização da Sadia, por danos morais, por conta do comercial da empresa em que um presunto, supostamente velho e sem qualidade, é chamado de Luiz Augusto. De acordo com informações do jornal Extra, do Rio de Janeiro, os homens são moradores de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, e buscam, além da retirada do comercial do ar, uma indenização de R$ 30 mil cada.

O despachante Luiz Augusto Ribeiro, 45, é pai de dois filhos e reclama por ser chamado de ‘Presuntão’. De acordo com ele, um dos garotos está sendo vítima de piadas. “Isso não se faz com ninguém. Toda vez que veiculam essa propagando estão denegrindo o nosso nome”. O comerciante Luis Augusto Mascarenhas, 42 anos, também reclama de comentários maldosos. “Depois da propaganda na televisão, eu não tive mais sossego”, relata o homem que passou a ser chamado de ‘Presuntinho’.

O advogado dos dois, Allan Hope, diz que a ação baseia-se no artigo 17 do Código Civil, que determina que “o nome de uma pessoa não pode ser empregado por outros em publicações ou representações que a exponham ao desprezo público”. Seguno a Exame, o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) abriu um processo para identificar se o comercial é ofensivo ou não, já que centenas de reclamações foram recebidas. O argumento é de estímulo ao bullying. Até setembro, porém, o comercial, realizado pela F/Nazca Saatchi & Saatchi, pode continuar sendo veiculado normalmente – após julgamento a obra pode sair do ar ou ter que ser alterada. Em nota, a Sadia diz que o comercial é uma obra de ficção e o nome Luís Augusto é mera coincidência, como o que ocorre na teledramaturgia.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)