Suspeito de roubo se esconde em lago e é devorado por jacaré de 3,5 metros

Um suspeito de roubo foi atacado e morto por um jacaré de aproximadamente 3,5 metros quando tentava escapar dos policiais. Os restos mortais do rapaz de 22 anos, chamado Matthew Riggins, residente da Flórida, foram encontrado no lago da Baía de Barefoot dez dias após o seu desaparecimento ser notificado.

O corpo de Riggins foi encontrado pela equipe de mergulhadores da polícia após buscas na área. Enquanto recuperavam os restos mortais do suspeito no lago perceberam a aproximação do animal, que foi pego e levado para a Comissão de Conservação de Peixes e Vida Selvagem da Flórida. Uma inspeção forense no crocodilo “localizou restos compatíveis com os ferimentos sofridos por Riggins dentro do estômago do animal”, informou a polícia.

Departamento de Polícia do Condado de Brevard

A polícia acredita que Riggins pulou no lago para se esconder e acabou sendo encontrado pelo jacaré. “Ele provavelmente foi para dentro do lago para se esconder dos policiais e do cão e cruzou o caminho do jacaré”, afirmou o major Tod Goodyear da delegacia do condado de Brevard. O major informou ainda que, ao longo de sua carreira, nunca tinha sido informado de um caso semelhante.

Departamento de Polícia do Condado de Brevard

No dia dez de novembro moradores das proximidades do lago chamaram a polícia para informar que dois homens vestidos de preto agiam de forma suspeita perto dos seus quintais. Na ocasião, a polícia iniciou buscas com um helicóptero e uma unidade de buscas na terra com cão farejador. De acordo com os oficiais, foi registrada uma ligação de Riggins para o celular da namorada para contar que ele e seu cúmplice estavam sendo procurados pelas autoridades.

Para Chuck Stotes, morador da Baía de Barefoot, o que aconteceu com o suspeito de roubo foi uma “justiça poética”. A polícia informou ainda que prendeu um homem que acreditam se tratar do cúmplice de Riggins, mas ele tem se recusado a cooperar com a investigação.

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)