Homem é arrastado de um avião após companhia lotar aeronave

Audra Bridges / Facebook

O voo 3411 da companhia americana United Airlines estava prestes a iniciar o trajeto Chicago/Louisville mas policias acabaram atrasando a decolagem após arrancarem à força um passageiro da aeronave.

A empresa vendeu mais assentos do que a capacidade do avião, ação conhecida como overbooking. Para desocupar lugares para uma tripulação reserva, a companhia ofereceu U$ 400 (cerca de R$ 1.200) e uma estadia para quatro passageiros que decidissem ceder os lugares e embarcar em outro voo no dia seguinte. Como não houve voluntários foi avisado aos passageiros que um computador iria sortear aleatoriamente quatro pessoas.

Ao se recusar a perder o assento, um homem ainda não identificado, foi arrastado para fora do avião após a polícia local usar força bruta contra ele. Após o ocorrido, foi divulgado que o homem é médico e estava a bordo do avião a caminho para atender pacientes. As informações são do site britânico Daily Mail. Audra Bridges, uma das passageiras, filmou o ocorrido de seu assento no corredor. Nele mostra a reação de outros passageiros ao ocorrido.

“Compartilhe este vídeo, por favor. Estamos neste voo e a United Airlines vendeu assentos a mais. Eles selecionaram aleatoriamente as pessoas para cederem lugares para que sua tripulação de reserva pudesse entrar. Este homem é médico e tem que estar no hospital de manhã. Ele não queria sair. Estamos todos trêmulos! Que nojo. #unitedairways”.

Ao ser arrastado, o médico bateu o rosto no braço de uma das poltronas e deixou a aeronave sangrando. Confira o vídeo:

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)