Atrás de relaxamento e flexibilidade, terapia japonesa embrulha adultos

Kyoko Proportion/Reprodução

Após passar 20 minutos totalmente embrulhados em um pano, alguns japoneses se desestressam, relaxam os músculos e ainda garantem ter uma melhor flexibilidade e postura. É o que garante a terapia conhecida por Otonamaki, desenvolvida por Nobuko Watanabe, parteira japonesa que adaptou a técnica de embrulhar bebês para ajudar no desenvolvimento físico das crianças. “Pensamos que se os adultos fossem embrulhados como eles, poderiam ver como é bom”, explicou Orie Matsuo, terapeuta da Kyoko Proportion, uma das empresas que oferece o serviço, para o jornal britânico BBC. Um pedaço de tecido respirável e de trama solta é usado para o procedimento, que embrulha todo o cliente.

A Otonamaki começou a ser oferecida em 2015 e vem sendo apresentada como uma alternativa à massagem tradicional e à fisioterapia. “Ao aproximar seus ombros e pernas, seu corpo é endireitado e acaba a dor em suas costas, região lombar e na articulação do quadril”, afirmou Matsuo. Segundo a empresa, o maior público que busca a terapia é o feminino. Muitas vão atrás para fazer tratamentos na região pélvica no período após o parto.

“Foi tão bom que eu quase dormi. Meu pescoço e região lombar ficaram relaxados. Quero que meu marido aprenda a fazer isso”, contou uma cliente da Kyoko. Porém, há quem não recomende a terapia. “Discordo totalmente com este método de tratamento. O jeito que eles são embrulhados pode levar ao desgaste muscular no longo prazo”, explicou Visvanathan Rvi, fisioterapeuta da Clínica de Fisioterapia Hallmark, em Cingapura. Até o começo de 2017, cerca de 70 pessoas já fizeram a Otonamaki.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)