Anos depois, família encontra bilhetes escondidos por menina antes de morrer

Arquivo Família Desserich/Reprodução

Elena Desserich tinha apenas seis anos de idade quando foi diagnosticada com um raro câncer no cérebro, em agosto de 2007. O tumor era inoperável e Elena faleceu apenas nove meses depois. A menina, porém, permanece mais viva do que nunca na memória de sua família – em grande parte por causa dos bilhetes que escondeu em móveis, livros e objetos por toda a sua casa. As mensagens foram destinadas aos seus pais, Keith e Brooke, e à sua irmã, Grace.

Arquivo Família Desserich/Reprodução

A primeira mensagem foi encontrada quase dois anos após a morte da menina. Nelas, desenhos da família e declarações tocantes como “Eu amo vocês, papai, mamãe e Grace” e “Me desculpem por ter ficado doente”. Várias das mensagens estão agora penduradas por toda a casa e os pais da menina afirmam que, todo dia, levam com eles um bilhete diferente quando saem de casa.

“Só depois de encontramos vários bilhetes e receber uma ligação da minha mãe, dizendo que havia encontrado um outro no armário de Elena na casa dela, entendemos qual era sua intenção”, afirmou Keith ao jornal Mirror. Eles acreditam que sua filha, de alguma forma, sabia que as mensagens seriam importantes para que eles pudessem seguir em frente. “Elena era mais sábia do que o normal pra sua idade.” Eles continuaram encontrando novas mensagens por cerca de dois anos após acharem a primeira.

Arquivo Família Desserich/Reprodução

Moradores do estado norte-americano de Ohio, Keith e Brooke iniciaram um diário para registrar a luta de Elena durante seu tratamento, em que a cada dia seu corpo se debilitava cada vez mais. O diário foi disponibilizado em um blog, para que pudesse ser compartilhado com parentes distantes, mas acabou se tornando público. Meses depois, diante de vários pedidos, eles reuniram as histórias em um livro de publicação independente, com apenas 300 exemplares.

Arquivo Família Desserich/Reprodução

Porém, depois que a família começou a encontrar os bilhetes de Elena, o livro foi republicado pela editora Harper Collins, em 2009, junto com algumas das mensagens da menina. Ele chegou a figurar na lista de mais vendidos do New York Times e teve todos os lucros destinados à The Cure Starts Now (“A cura começa agora”, em tradução livre), organização criada por Keith e Brooke, visando arrecadar fundos para pesquisa da cura de tumores que não respondem aos tratamentos convencionais.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)