Marido vela esposa e dorme ao lado do caixão por seis dias

Russell Davison / Facebook

O britânico Russell Davison velou a esposa em casa dormiu durante seis dias ao lado de seu caixão, antes de entregá-la ao serviço funerário.

Wendy Davison descobriu que tinha câncer cervical logo após a a festa para comemoração de seus 40 anos de idade, que aconteceu em dezembro de 2006. Devido ao risco de pouco tempo de sobrevivência, a mulher preferiu não se internar e ficar dependente de cuidados médicos, mas sim aproveitar o tempo que lhe restava e viajar pela Europa. Se recusando a fazer quimioterapia ou radioterapia, a mulher foi sobrevivendo devido as visitas ao Hospital Royal Derby, no Reino Unido.

Em 2014, a família recebeu a triste notícia de que Wendy tinha apenas três meses de vida e decidiu  que a mulher voltasse para casa, com a intenção de realizar o desejo de morrer em casa. A morte dela, porém, só se confirmou em 23 de abril de 2017. “Ela sempre quis morrer em casa. Depois de lavar o corpo de Wendy com gentileza e amor e vesti-la, a colocamos em seu casulo, uma palavra que preferimos a caixão. Ela me parecia absolutamente linda, como sempre fez em vida: sem esforço ou maquiagem. Apenas radiantemente linda”, disse Russell, segundo informações do jornal britânico The Sun.

O marido explica que se sentia aliviado por Wendy ter dito que não sentia dores e por saber que ele e seus filhos foram os “enfermeiros” que a mulher precisava. “Na minha humilde opinião, precisamos tomar o controle de volta. Não deve haver medo de cuidar dos parentes mortos. Wendy, você nos mostrou exatamente como viver”, disse Russell.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)