Homem tenta comprar habilitação falsa, é enganado e aciona polícia

Polícia Civil / Divulgação

Um morador da cidade de Vilhena, em Rondônia, perdeu R$ 1,8 mil após tentar comprar uma Carteira Nacional de Habilitação falsificada pelo WhatsApp. O homem, de 26 anos e identidade não revelada, passou pouco mais de dois meses fazendo negociações após receber o número de telefone do suposto vendedor por meio de um amigo. Ele fez um primeiro depósito, no valor de R$ 1 mil e outro no valor de R$ 800 após ver imagens do documento já falsificado com a promessa de que o receberia em breve.

Logo após o segundo depósito o estelionatário parou de responder as mensagens do homem. Ao perceber que a entrega não aconteceria, ele juntou todos os registros de conversa e comprovantes bancários e fez um Boletim de Ocorrência na polícia. Em esclarecimento à Rede Amazônica, a Polícia Civil informou que como o rapaz que queria comprar a carteira falsificada não teve acesso ao documento, ele não cometeu crime nenhum e nem sofrerá nenhuma punição. Se ele tivesse utilizado o documento falso para dirigir, porém, se enquadraria na infração de conduzir veículo sem habilitação, recebendo multa no valor de R$ 880,41. O caso de estelionato continua em investigação.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)