Homem rouba banco para fugir da esposa, mas é condenado a prisão domiciliar

Polícia do Condado de Wyandotte / Divulgação

Lawrence John Ripple, 70 anos, assaltou o Bank of Labor, banco situado na cidade norte-americana do Kansas, em  setembro de 2016. O motivo do crime, dito pelo próprio Ripple, era a tentativa de se preso e, dessa forma, se livrar da mulher, pois não aguentava mais morar com a parceira. Porém, o plano deu errado. Ele foi condenado à prisão domiciliar e por seis meses deverá dividir o lar com a sua “amada”.

Após dizer que preferia ser preso do que morar com a parceira, ele escreveu o bilhete que usou no assalto na frente dela. Saiu de casa em direção ao banco e lá entregou ao caixa o papel escrito “tenho uma arma, me dê o dinheiro”. Logo em seguida, com o equivalente a R$9.500,00 em uma sacola, ele sentou na recepção e esperou a chegada dos policiais. O homem, que tinha uma vida tranquila e sem antecedentes criminais, disse que estava tratando a depressão e agora se sente melhor.

Após a decisão do tribunal sobre a prisão domiciliar, ele se diz arrependido e pediu desculpas a atendente do caixa. “Não foi minha intenção assustar a atendente como eu fiz”, disse ao jornal britânico Independent. Além dos seis meses preso em casa, com a mulher, o idoso ficará três anos em regime condicional, prestará 50 horas de serviço comunitário e deve pagar U$227,27 (cerca de R$745) ao banco.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)