Grávida morre e médica do SAMU salva bebê

Reprodução/Facebook Iolanda Pimnetel/ Luciana Abreu Horta

Uma mulher grávida de 22 anos morreu após passar mal em sua casa no município de Rondonópolis, no Mato Grosso. A criança, porém, teve a vida salva por uma médica do SAMU, que realizou o parto e ainda reanimou o bebê de uma parada cardiorrespiratória.

De acordo com informações do G1, a criança foi levada para a Santa Casa de Misericórdia da cidade. A médica do SAMU, Luciana Abreu Horta, contou que familiares da jovem Iolanda Pimentel ligaram para o atendimento de emergência pedindo socorro por ela estar tendo convulsões.

Ainda no trajeto até a residência da jovem, a equipe do SAMU recebeu um novo chamado informando que ela tinha parado de respirar. “Quando chegamos ela estava em uma cadeira e já tinha sinais de morte, não apresentava pulso. Eu pedi permissão para tentar uma abordagem e salvar o neném”, afirmou a médica do SAMU.

A jovem foi levada até a ambulância, mas a reanimação não foi possível. A equipe composta por Luciana Abreu Horta, uma enfermeira e o motorista do veículo iniciou uma cesárea dentro da ambulância para salvar o bebê. “Ela ainda nasceu em parada cardiorrespiratória, fiz massagem cardíaca e colocamos oxigênio”, disse a médica. Apesar do improviso e da gravidade da situação, a criança apresentava situação estável ao chegar ao hospital. Agora ela está na UTI neonatal e seu estado inspira cuidados por necessitar de aparelhos para respirar.

.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)