Exame de vista pode identificar Parkinson de forma precoce

Francisco Campos/SES

Segunda doença neurodegenerativa com mais incidência no mundo, o Mal de Parkinson poderá, em breve, ser identificado por um exame de vista. Cientistas da University College London (UCL) apontam que testes realizados com animais dão perspectivas otimistas para um método não invasivo de identificação da doença. Eles examinaram ratos e descobriram que as mudanças podem ser observadas no fundo dos olhos antes que os sintomas visíveis ocorram.

De acordo com a professora Francesca Cordeiro, essa é uma “descoberta potencialmente revolucionária no diagnóstico precoce e no tratamento de uma das debilitantes doenças do mundo”. “Esses testes significam que poderemos intervir muito mais cedo e de modo muito mais efetivo”, disse Cordeiro ao site da BBC.

Os sintomas do Parkinson incluem tremores e enrijecimento dos músculos, dificuldade para se movimentar e a consequente redução na qualidade de vida. Os sintomas, de modo geral, surgem somente quando as células já estão danificadas. Atualmente não há exame cerebral ou teste sanguíneo capaz de diagnosticar o Parkinson.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)