Dinheiro compra felicidade, diz pesquisa

Lobo de Wall Street / Reprodução
Ao contrário do que muitos dizem, dinheiro pode sim comprar felicidade. É isso que sugere um estudo da Universidade da Columbia Britânica, no Canadá. Os pesquisadores da instituição analisaram mais de 6 mil pessoas nos Estados Unidos, Canadá, Dinamarca e Holanda e perceberam que quanto mais dinheiro elas investiam em serviços como limpeza de casa, lavagem de roupas ou de louça, menos estressadas elas ficavam. “Quem contrata um empregado doméstico ou paga ao vizinho para cortar a grama pode se sentir preguiçoso, mas os resultados sugerem que ‘comprar este tempo’ tem benefício similar à comprar felicidade ou ter mais dinheiro”, explicou uma das pesquisadoras, Ashley Whillians, em entrevista ao jornal britânico The Independent.

Para os especialistas, quem não precisa gastar tempo com atividades cotidianas se sente menos estressado. “Muitos estudos mostram que pessoas com dinheiro se beneficiam comprando formas de experimentar o mundo (viagens, gastronomia). Nossa pesquisa sugere que as pessoas também devem utilizar este dinheiro também para se livrar de fazer atividades desagradáveis”, explica Elizabeth Dunn, também responsável pela análise. Apesar da afirmação, especialistas alegam que dinheiro não é tudo, e que outros estudos conectam a posse de muitos bens com doenças como ansiedade e insônia.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)