Após 72 anos, navio que levou parte de bomba de Hiroshima é encontrado

Marinha Americana / Divulgação

Foram encontrados destroços do navio de guerra USS Indianapolis, naufragado em 1945, um pouco antes do fim da 2ª Guerra Mundial. A embarcação, que voltava da missão secreta “Little Boy” transportando urânio e partes da bomba de Hiroshima, foi atingida por um submarino japonês e afundou em um lugar, até então, desconhecido. Uma equipe de busca civil, liderada pelo co-fundador da Microsoft, Paul Allen, encontrou os destroços 5,5 km abaixo do nível do mar, no dia 18 de agosto de 2017, após novas pesquisas apontarem para uma região no oceano onde o navio teria sido visto pela última vez.

O navio de pesquisa Petrel foi especialmente preparado para realizar a exploração e levou a bordo uma tripulação de 16 pessoas. Antes de encontrar o Indianapolis, a equipe já tinha descoberto destroços do navio de guerra japonês Musashi e do navio cruzeiro italiano Artigliere – também da 2ª Guerra Mundial.

O naufrágio, que aconteceu em 30 de julho de 1945, durou cerca de 12 minutos. Dos 1.196 homens a bordo do navio, apenas 316 foram resgatados, sobrevivendo às águas infestadas de tubarões, registrando a maior perda de vidas humanas da Marinha norte-americana. “Como norte-americanos, todos nós temos uma dívida de gratidão para com a tripulação do Indianapolis, pela sua coragem, persistência e sacrifício frente a circunstâncias horrendas”, comentou Allen ao jornal britânico BBC. O USS Indianapolis continuará sendo propriedade da Marinha e, a partir de agora, passará a ser considerado um memorial de guerra.

Gostou do conteúdo? Em nossa página tem mais:

Zoom

Zoom in Regular Zoom out

Facebook

Comentário(s)

Comentário(s)